Hoje é terça-feira, 19 de março de 2019

Publicidade

Polícia Civil já tem linha de investigação do assassinato de campo-bonense

28 de fevereiro, 2019 às 10:38

O mistério sobre a morte do campo-bonense Rodrigo Braga Leite começa a ser desvendado pelas investigações da Polícia Civil. Comandada pelo delegado Fernando Pires Branco, titular de Sapiranga e responsável por Araricá, onde o corpo de Braga foi encontrado, a equipe de investigação já tem as primeiras pistas sobre o caso. Já é possível afirmar que ele não foi sequestrado como chegou a ser divulgado em redes sociais. Ele saiu de casa normalmente na segunda-feira pela manhã para fazer uma cobrança e a partir deste momento não foi mais localizado.

Leia também:

Rio dos Sinos recebe obra de prevenção a erosão

Luciano Orsi em Brasília em busca de recursos para Campo Bom

População terá linhas de ônibus exclusivas para o Rodeio

Na segunda-feira a noite a esposa da vítima registrou ocorrência pelo desaparecimento e no dia seguinte o corpo foi localizado no interior de Araricá. Segundo o delegado, Rodrigo atuava com empréstimos financeiros e não possui antecedentes criminais, a Polícia trabalha agora para encontrar a motivação do homicídio e está com a investigação bem encaminhada. O próximo passo agora é aguardar o resultado da necropsia para descobrir se ele foi morto antes de ter o carro incendiado ou não. Ainda não há prazo para o encerramento da investigação e o delegado Branco evita dar mais detalhes que possam vir a atrapalhar as investigações.

Rodrigo era morador da Barrinha (Foto: Reprodução Facebook)

Publicidade

2017 - Tudo Online em Campo Bom