Hoje é segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Publicidade

O Especialista

Nossa gangorra climática de 32,7°C para 2,4°C

E a gangorra climática continua acontecendo e se destacando neste Inverno Astronômico. O mês de Junho terminou como sendo na média o mais quente em 35 anos de dados de Campo Bom, com temperatura média de 17.7°C, superando em 0.1°C o junho de 2005 o mais quente até então. A diferença foi grande pois a média normal histórica é de 14.2°C. O que contribui para esta alta média, foram 03 dias com máximas acima de 30°C, com destaque para a máxima de 32.7°C ocorrida no sábado dia 29 de Junho, que ficou apenas a 0.2°C do recorde até hoje que é de 32.9°C registrado em Junho de 2006.Neste dia foi registrada o recorde de temperatura mínima mais elevada para um mês de Junho com 23.9°C, ou seja, mínima de verão. Temperatura mínima igual ou superior a esta marca ocorreu pela última vez no dia 31 de Janeiro deste ano com 24.4°C.

Em todo o mês tivemos apenas dois com máxima abaixo dos 20°C, isso no dia 08 com 18.9°C e dia 26 com máxima de apenas 12.8°C. Em todo o mês foram registradas apenas 05 mínimas de um dígito, e a primeira do ano aconteceu apenas no dia 05 com 8.7°C.

Com referência a precipitação, confirmou-se o baixo acumulado do mês que somou apenas 57.6 mm, quando a média normal histórica para o mês é de 140.6mm. O total do mês foi amenizado pelo bom volume de chuva ocorrido no dia 25 com total de 40.6 mm, antes dos dois dias mais frios do mês com mínimas baixas após longo período na média com temperaturas máximas elevadas para a época.

A menor temperatura ocorreu ao amanhecer do dia 27 com mínima de 4.0°C e a primeira geada fraca do ano, a 48 horas antes de ser registrado o dia mais quente e a mínima mais elevada para um mês de Junho, caracterizando mais uma vez a gangorra climática que está em curso neste inverno.

A imagem acima, ilustra o colunista deste portal aproveitando o belo dia de sol e calor que ocorreu no sábado passado, dia 27 de Junho em Atlântida Sul, onde a temperatura variou entre 19.9°C e 29.2°C. A água estava fria, mas não gelada e na beira da praia soprava o vento quente da direção norte trazendo sensação de calor. Este vento norte que predominou nos dois últimos dias do mês, proporcionaram duas madrugadas muito quentes tanto no litoral como no Vale dos Sinos, pois ainda no último domingo com rajadas de vento norte quente foi registrada a máxima do dia com 29.0°C.

Durante aquele dia, já na parte da manhã com a chegada da Frente Fria ( Sistema de Baixa Pressão), a instabilidade predominou até a noite com queda gradual da temperatura, com 22.3°C as 09hs da manhã, 19.4°C as 15hs e caindo para 15.4°C as 21hs da noite.

O destaque climático desta semana, sem dúvida, é o frio e as temperaturas baixas que estão acontecendo desde a segunda-feira dia 01 que durante todo o período não passou dos 14.8°C e caindo para 8°C durante a noite. Já na terça-feira dia 02, após amanhecer com mínima de 7.4°C com nevoeiro, impediu elevação maior na temperatura pois fazia apenas 9.7°C ao meio dia ocorrendo a manhã mais fria do ano até agora. Já na quarta-feira a sensação do frio aumentou, pois após amanhecer com 7.6°C, apesar do dia ensolarado, soprava um vento frio e gelado da direção W/SEW com rajadas que chegavam a 34.5 km/h e máxima a tarde parou nos 15.5°C.

Ontem foi registrada a mínima do ano até agora com 2.4°C e geada moderada na cidade como ilustra a  imagem acima, branqueando os capôs de carros, alguns telhados de residências e gramados em vários pontos da cidade.

Aqui próximo o frio foi intenso com mínimas de -3.2°C na Região do Castelinho em Canela, em Tainhas/São F. de Paula fez -2.7°C, em Três Coroas apenas 0.1°C e em Lomba Grande a mínima foi de 1.2°C, todas estas Estações Particulares. O recorde de frio no Estado ocorreu no Bairro Farroupilha em Soledade a 646 m acima do nível do mar com -4.5°C. Entre as Estações do INMET, as menores ocorreram em Vacaria com -1.5°C e São José dos Ausentes com -1.3°C. Em SC a menor mínima ocorreu na região de Santo Antão em São Joaquim com -4.5°C, e em várias Estações da região na média de -4°C e -3°C, sendo que são esperadas mínimas de até -9.0°C neste final de semana nas baixadas do Planalto Sul Catarinense, conforme Boletim da METSUL divulgada ontem.

Ocorrência de neve neste final de semana:

Ontem vários Institutos de Meteorologia continuavam prevendo frio intenso neste final de semana, inclusive com possibilidade da ocorrência de neve entre a noite de hoje e ao amanhecer de amanhã sábado, dia 06, pois além do reforço do frio, uma nebulosidade vinda da Bacia do Prata se deslocaria pelo litoral do RS e SC e atingiria as partes altas nestes Estados com umidade e chuviscos favorecendo o fenômeno. Aguardaremos e com certeza será o enfoque da próxima coluna, pois uma coisa é certa, o frio neste final de semana fará história. É o frio que tardou mas chegou com muita força para compensar os meses de Maio e Junho que na média foram os mais quentes em 35 anos.

Do calor ao frio intenso

O calor que ontem ainda se fez presente na primeira parte do dia e nos dias anteriores, perdeu força com a chegada de uma Frente Fria ( Sistema de Baixa Pressão), a partir da tarde, com instabilidade e queda forte na temperatura associada ainda a uma intensa massa de ar polar. Hoje o dia começou instável melhorando no decorrer do período, esperando-se como sendo o dia mais frio do ano até agora, pois a temperatura deverá variar entre uma mínima de 4°C e máxima não ultrapassando os 14°C. O impacto com a troca de ar quente dos últimos dias por um ar intensamente frio está sendo notado por todos, mas deverá durar apenas por 48 horas. Com certeza este frio impactante será o destaque climático desta semana na região e no Estado.
A manchete da coluna anterior do dia 14 de Junho (Confira aqui) intitulada “ A Temperatura Continuará acima da média “ está se confirmando, pois até a última segunda-feira dia 24 fechou em 17.8°C, lembrando que a média normal histórica para o mês é de 14.2°C. Os anos de 2000 e 2003 até então tinham sido os mais quentes em 35 anos ambos com média de 16.5°C, e o frio intenso de hoje e amanhã dificilmente reverterão este quadro pois o calor retorna em seguida nos últimos dias do mês.
Esta massa de ar polar terá seu auge de frio com maior impacto ao amanhecer de amanhã, quinta-feira, esperando-se uma temperatura mínima entre os 2°C e 3°C com ocorrência da primeira geada do ano. Com o deslocamento do ar frio para o oceano, a máxima amanhã já se aproxima dos 20°C e no sábado e domingo retorna o calor se aproximando dos 30°C. Isso mostra a gangorra climática que tem caracterizado os últimos dias, como o acontecido, no dia 21 de Junho, início do inverno astronômico, quando ocorreu a mínima do ano até agora com 8.3°C, mas a tarde já tinha pulado para 23.3°C.
Neste dia, o 8° DISME em seu boletim divulgou a mínima do Estado com 2.7°C em Serafina Corrêa, e geadas em Bagé, Lagoa Vermelha e Cambará do Sul. As menores temperaturas no Estado neste dia foram registradas em Estações Particulares com a primeira negativa do ano em São José dos Ausentes com -0.9°C e de -0.2°C em Pinheiro Machado no Sul . Fez frio forte também na Região do Castelinho em Canela com mínima de 1.4°C e de 1.1°C na localidade de Tainhas em São Francisco de Paula.
Como sempre em SC o frio foi bem mais intenso com -3.6°C em Bom Jardim da Serra/F.Kaiser, -3.5°C em Painel/Estação G.Hugen e de -3.3°C em São Joaquim/F. Keiser. As temperaturas negativas em SC já tinham ocorrido no dia 20 ( último dia do outono) e se estenderam até o dia 23, domingo.


O frio e as geadas tem proporcionado um verdadeiro espetáculo na Serra Catarinense como a bela imagem do sábado dia 22, em foto acima feita por Mycchel Legnaghi em São Joaquim que registrou -0.8°C na Estação F. Keiser e a mais baixa temperatura neste dia ocorreu em Bom Jardim da Serra /F. Kaiser com mínima de -3.0°C com as mínimas de um dígito entre hoje e amanhã ao amanhecer, somam-se 05 dias com mínimas neste patamar para este mês contra nenhuma em maio.
Com referência a precipitação, o mês deverá terminar com volume bem abaixo da média normal histórica que é de 141.2 mm em 35 anos, pois até o meio-dia de ontem somava apenas 14.0 mm.
Os modelos meteorológicos do final de semana, indicavam a possibilidade de ocorrência de neve na madrugada desta quinta-feira, mas ontem os modelos atuais não tinham indicativos para a sua ocorrência. Lembramos que o CLIMA é muito dinâmico, ou seja, os modelos e prognósticos meteorológicos podem se alterar a cada rodada da tendência da previsão, pois estão vinculados à várias variáveis nos modelos de previsão futura do tempo. Ontem modelos indicavam a neve para a primeira semana de julho e muito frio em toda a Região Sul do Brasil. Trataremos disso na na próxima coluna.
Neve no dia 26 de Junho:
A última vez que nevou num dia 26 de junho, ocorreu em 2011 e foi de fraca intensidade nos Aparados e Planalto Sul Catarinense. Nos últimos 60 anos, neste dia nevou também apenas nos anos de 1980 e 1995. A do ano de 1980 foi a mais abrangente, pois nevou em Bento Gonçalves, Canela, Caxias do Sul, Lagoa Vermelha, Cambará do Sul e Bom Jesus no RS e em São Joaquim ( SC).

Sonhos

Todos nós temos sonhos, ou já os tivemos algum dia. Isso é muito comum na fase da infância. Queremos ser várias coisas; de cabeleireiros à astronautas. Tudo é possível nessa fase da vida.
Aí vamos crescendo e duas coisas acontecem. A primeira é que ouvimos daqueles que nos cercam, o quanto nossas aspirações são bobas, ridículas ou impossíveis de serem alcançadas. A segunda coisa que nos acontece são as responsabilidades do dia a dia, que vão esmagando nossos sonhos e aspirações. Precisamos pagar contas infindáveis, contas que na maioria das vezes nem precisaríamos ter feito, precisamos ser bem sucedidos no trabalho e no amor. Precisamos viajar, casar, ter filhos, nos engajar em causas sociais ou ecológicas, trabalhando pelo bem da comunidade, da igreja, dos amigos, precisamos mudar o mundo, ter uma vida melhor e mais confortável. Ufa! Quantas coisas que fazemos! Tudo, menos irmos em direção ao nosso sonho.
Muitas vezes trabalhamos onde não queremos, com aquele chefe que sabe bem o que é destruir nossa autoestima, mas estamos lá, amarrados, vendo nossos sonhos esquecidos na gaveta. Algumas vezes até lembramos deles, apenas para entendermos o quanto fomos inocentes ao cria-los em nosso mundo infantil.
O que aconteceu conosco?
Quantos de nós hoje fazem o que não gostam, trabalham onde não querem, moram onde não querem, vivem relacionamentos insuportáveis, equilibram-se no fio da navalha de um salario que mau dá pra pagar as contas.
Olhe sinceramente para sua vida hoje e imagine-se daqui a cinco anos. Você estará acordando ao lado de quem ama? Estará trabalhando onde deseja? Fazendo o que gosta? Estará ajudando sua empresa a alcançar os objetivos propostos? Estará morando onde gostaria?
Empreender na própria vida não é fácil. É necessário foco, gestos conscientes, determinação, ações planejadas e estudo consistente. Não se iluda; se você continuar a fazer o que faz hoje, que te aborrece e só leva você para longe dos seus sonhos, nunca alcançará o que realmente deseja.
Sem uma estratégia consciente, você não produzirá nada além do que já está produzindo.
É preciso adotar uma postura de manter os pés no chão, mas a cabeça tem que estar nas nuvens, se você desejar crescer até seus sonhos.
Infelizmente o que mais vemos hoje é exatamente o contrário. Pessoas que vivem com a cabeça no chão e os pés nas nuvens. Pessoas que querem curtir a vida sem estratégias e gastando sem planejamento.
Sonho não é ilusão. Não é estático. Ele muda, se adapta, cresce e diminui.
Circunstâncias mudam nossos sonhos. Porém o grande perigo é engavetar nossos sonhos e viver o sonho de outra pessoa.
Sonhe com os olhos abertos. Isso diz respeito às escolhas que fazemos no dia a dia. Onde queremos estar? Onde queremos morar? Como vamos gastar nosso tempo?
Ao invés de apenas buscar sobreviver na dura realidade que nos cerca e tentar adivinhar o futuro; invente o futuro. Sonhe. Porque sonhar e inventar o futuro. Sonhar é trazer o nosso futuro lá da infância, onde poderíamos ser o que quiséssemos e vive-lo agora. Invente seu futuro. Sonhe!

Rosa Silva
Terapeuta em TFT e Palestrante
rosasilva@vidaplenatododia.com.br

Publicidade

2017 - Tudo Online em Campo Bom