Hoje é domingo, 16 de junho de 2019

Publicidade

O Especialista

A Mulher

No nosso encontro passado falamos um pouco como funciona o cérebro masculino. Agora chegou a vez de falarmos um pouco sobre o cérebro da mulher. Quais os mistérios que envolvem esse cérebro tão complexo e que deixa os homens tão confusos?
Em sua maioria, os homens ficam estarrecidos quando numa discussão a mulher lembra de coisas que aconteceram vários meses e até anos antes e, segundo eles dizem, “jogam na cara” coisas que eles fizeram. Por que elas fazem isso e ainda assim dizem que amam aquele homem?
Nosso cérebro é formado por dois hemisfério: o esquerdo e o direito. Cada um deles é responsável por funções distintas. O esquerdo fica responsável pela parte racional, e o direito, pela emocional. Existe entre eles um feixe que tem entre 200 a 250 milhões de fibras nervosas chamado “corpo caloso” que faz a ligação entre eles transmitindo a memória e o aprendizado.
Diferentemente dos homens, nós mulheres temos o corpo caloso maior, o que  facilita a comunicação entre os dois hemisfério. Isso faz com que sejamos mais facilmente multitarefas.
Porém essa diferença pode ser tornar uma armadilha porque, para desespero dos homens, nos momentos de tensão, nossas emoções começam a se misturar e, por conta dessas emoções, nossas lembranças são ativadas, e a partir desse instante pode se estabelecer o confronto. A mulher lembra daquela mentira falada anos atrás. E pior: quanto mais o homem fala tentando acalmar a mulher, mais ela se irrita e se confunde.
O que acontece é que o homem tenta, por natureza, ser um “conserta tudo”; ele quer encontrar solução para a angústia da mulher. Porém, no momento em que os sentimentos femininos se misturam, ela não quer que ele conserte coisa alguma. Essas tentativas apenas aumentam a tensão. O que ela verdadeiramente quer é apenas que ele a escute.
A mulher precisa falar para desabafar, mas o homem quer resolver questões. Não vai dar certo!
Tenho então dois conselhos práticos para os homens:
1 – No momento em que a mulher falar, olhe para ela e escute. Não finja ouvir, seja verdadeiro. Ouça de verdade!
2 – Não tente resolver a questão, pelo simples fato de que ela não quer resolução. Ela quer desabafar.
E uma dica de Ouro: quando você perceber que a mulher se perdeu nas emoções e vai explodir, abrace-a. Mas faça de forma bem forte, porque ela vai querer se livrar do seu abraço.  Não permita.  Mantenha-a presa até que ela se acalme. Provavelmente, ela vai chorar ,e virá em seguida um momento de calmaria.
Afinal, tudo o que a mulher quer nesse momento é se sentir compreendida, amada e protegida.
Tanto o homem quanto a mulher precisam aprender a viver em harmonia, a serem um time. Mas isso é assunto para nosso próximo encontro. Então te espero aqui.

Rosa da Silva – Terapeuta TFT e Palestrante

Podemos ter o Outubro mais chuvoso dos últimos 34 anos

Previsões são feitas com base em modelos e podem se confirmar ou não. Elas tem evoluído ao longo dos últimos anos e com a ajuda de modernas tecnologias se tornado mais efetivas. Atualmente as previsões de situações climáticas são de certa forma certeiras. Pode se prever eventos climáticos com precisão acima de 90% para as próximas 48 horas. Porém esta margem de acerto varia conforme variam as condições do tempo acima deste tempo. A reta final do mês de Outubro prevê números históricos, muito acima dos mais de trinta anos de observação da estação meteorológica da cidade. Mas como é difícil prever o tempo mais de 48 horas à frente, não podemos dizer que teremos em Outubro de 2017 o mês mais chuvoso da história recente da cidade, mas as previsões indicam que sim…

 

À  se confirmarem as projeções das precipitações até o final de outubro, poderemos registrar o mês de outubro mais chuvoso em 34 anos de dados pluviométricos de Campo Bom. Até hoje, o ano que mais choveu em outubro foi em 2015 com 367.2 mm, seguido com 319,6 mm em 1997 e de 310,1 mm em 1990. A média mensal histórica normal da precipitação para este mês é de 173,2 mm e até o último dia 20, este ano já registramos 206.0 mm. As projeções ainda para este mês são de 31.0 mm para o sábado dia 21, 66,0 mm para os dias 26 e 27 e de 67,0 mm para os dias 29 e 30. O mês de outubro na média, é o mês mais chuvoso do ano em Campo Bom e lembrando que ano passado também superou longe a média com um total de 274. mm.

Mesmo com tamanha quantidade e intensidade de chuva, as cheias do rio não devem ocorrer. Pois há tempo suficiente para que as águas escoem em direção ao Guaíba, onde o Sinos desemboca. Mas é aconselhável sempre que os responsáveis acompanhem e monitorem, pois qualquer desvio padrão das previsões pode resultar em cheias e desabrigados, mesmo que por pouco tempo.

Fermentando e Digerindo

 Em nosso encontro passado, dissemos que um grande problema entre as pessoas é a comunicação. Entre os casais essa dificuldade é bem ampliada. Eu arriscaria dizer que esse é um dos maiores desafios da vida conjugal.

Com frequência, ouço mulheres casadas reclamarem que seus cônjuges não as escutam. Às vezes, parece que a mulher fala algo, e o homem está em outro planeta. Ele fica com aquela aparência de quem está na lua, e, se ela perguntar o que ele está pensando, a resposta vai ser, “nada”.

Por que, muitas vezes, o homem age dessa maneira e ainda é capaz de dizer que ama a mulher?

Bem, os homens, normalmente, precisam “fermentar” e “metabolizar” o que ouvem.

Ao ouvir o que alguém fala, o homem armazena, fermenta e só depois de metabolizar, consegue entender o que está acontecendo.

É como se o homem tivesse dois cérebros; um para armazenar e fermentar o assunto, o outro para raciocinar, analisar e decidir.

Quando você fala coisas importantes, principalmente as que demandam decisões muito acertadas, tudo o que você falar irá para o primeiro cérebro (o que fermenta) e, depois de “fermentado”, o assunto será metabolizado para que ele encontre uma solução adequada.

Então, se você falar algo que seja recusado de imediato, não fique aflita. É assim que funciona. Na verdade, o que o homem, na maioria das vezes, está dizendo é “vou precisar de uns dias para fermentar esse assunto”. E o tempo de fermentação vai depender do grau de importância do assunto, da responsabilidade da decisão e do tamanho do impacto que terá na vida de vocês.

Então eu tenho três conselhos bem práticos:

1 – Quando tiver que falar algo importante com seu parceiro, se for possível, espere um momento tranquilo;

2 – Fale tudo o que precisa falar, mas um assunto de cada vez. E fale de uma vez. Não fique repetindo a mesma coisa diversas vezes;

3 – Uma vez que você falou, deixe que ele “fermente” e “metabolize” o assunto. Se você falar uma vez e ficar voltando ao assunto repetidamente, ele irá “vomitar”… E tudo pode ir por água abaixo.

Quando vocês estiverem no calor da briga, valem as regras 2 e 3. Fale tudo de uma só vez, mas, lembre-se de um detalhe muito importante: depois de falar, fique quieta. O cérebro masculino costuma trabalhar melhor na ausência de vozes femininas. Você poderá ver seu parceiro sentado diante da TV trocando de canal sem ver absolutamente nada. Saiba que ele está “fermentando” o assunto. Talvez ele demore a dormir, ou acorde de madrugada e fique quieto na cama olhando para o nada. Dê-lhe um tempo; ele está “metabolizando”. Deixe o cérebro dele trabalhar.

Mas, e com as mulheres, como as coisas funcionam? Bem, esse é um assunto para o nosso próximo encontro. Então, espero você aqui.

Publicidade

2017 - Tudo Online em Campo Bom