Hoje é segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Publicidade

O Especialista

Clareamento Dental

O que é?

É a técnica que utiliza agentes clareadores para recuperar a cor original dos dentes, perdida em algum momento durante a vida. O processo de escurecimento pode ocorrer por diversos fatores, dentre os mais comuns estão: envelhecimento natural da estrutura dentária, pigmentações, fatores genéticos e traumatismos dentais.

Como é feito?

O processo de clareamento dos dentes ocorre por meio de produtos químicos como o peróxido de carbamida e o peróxido de hidrogênio. Atualmente, existem dois tipos de clareamento e ambos devem ser feitos com a supervisão de um cirurgião-dentista: o clareamento de consultório  (também conhecido como clareamento dental a laser) e o clareamento caseiro.

No clareamento caseiro, o profissional confecciona uma moldeira personalizada para o paciente, fornece o gel com a concentração ideal para o caso e monitora semanalmente sua evolução. O manejo e a utilização são realizados em casa até mesmo durante o sono. O resultado surge entre três e quatro semanas.

No clareamento de consultório, a manipulação é feita exclusivamente pelo profissional, que utiliza produtos, três vezes mais potente que os utilizados na técnica caseira, com a ativação de laser para intensificar o clareamento. A diferença aparece em uma ou duas sessões, que duram em torno de uma hora.

O clareamento possui contraindicação?

Como todo procedimento, o clareamento também possui contraindicações. Casos em que o paciente apresente muita sensibilidade ou tenha lesões de cárie e presença de muitas restaurações. Também não é recomendado para pacientes com doença periodontal (gengivite e periodontite), gestantes e lactantes.

Mitos sobre o clareamento:

Cuidado com as fake news da internet! Água oxigenada não clareia os dentes! A água oxigenada que faz parte da composição dos clareadores de consultório, é de alta concentração e vem com um espessante, que faz com que o produto fique em forma de gel ou pasta, evitando seu escoamento. Usar água oxigenada na boca pode provocar: queimadura das papilas gengivais, desmineralização do esmalte, irritação e lesão na mucosa bucal, garganta e gengiva.

Lembre-se, o clareamento dentário deve ser feito por um dentista e mesmo que o paciente escolha o método caseiro, com gel clareador, deve haver supervisão e orientação do profissional.

 

Calor e frio em menos de 24 horas

Este ano, mais uma vez o Agosto está comprovando que é um mês de extremos climáticos. Ontem tivemos um dia de calor com a máxima chegando nos 30.5°C, e hoje estamos experimentando uma variação brusca nas condições do clima, com tempo instável, ventania e queda brusca na temperatura com a chegada de um Sistema de Baixa Pressão ( Frente Fria ) associada a uma Massa de Ar Polar vinda na retaguarda com forte intensidade.

Assim estamos tendo uma troca quase que instantânea entre o ar quente que atuou ontem pelo ar gelado que já está atuando na região e que irá ficar cada vez mais intenso na próximas horas. Este ar extremamente frio associado à umidade do ar presente na atmosfera, é o ingrediente fundamental para que tenhamos nova ocorrência de neve no Sul do Brasil a partir da manhã de hoje até o amanhecer do sábado dia 03. Os modelos numéricos da previsão do tempo já na tarde da quarta-feira, dia 31 de Julho, de vários Institutos de Meteorologia indicavam a alta probabilidade de neve nas partes mais altas do RS e SC entre hoje e amanhã, principalmente nos Aparados e no Planalto Sul Catarinense. Inclusive a sua intensidade prevista é de um volume bem maior ao ocorrido na madrugada do dia 06 de Julho de 2019, conforme ilustra a imagem abaixo em São José dos Ausentes RS.


Agosto é um mês de mudanças bruscas em temperatura e nos fenômenos meteorológicos. Em 34 anos de dados de Campo Bom destacamos os anos em que a temperatura máxima no mês superou os 30.0°C e no mesmo período registrou temperatura negativa:

  • 1990 – mínima -0.4°C – máxima – 31.3°C
  • 1991 – mínima -0.8°C – máxima – 32.6°C
  • 1995 – mínima -0.3°C – máxima – 35.4°C

No ano de 2017, foi registrada a mais alta temperatura para um mês de agosto com 35.9°C e naquele ano a mínima foi de 4.3°C. Em 34 anos ocorreram máximas igual ou superior aos 35°C, nos anos de 1988,1995,1996,1997,2002,2009,2010,2012,2013,2014,2015 e 2017. Nota-se que é normal a sua ocorrência neste patamar. Nos últimos 50 anos, não geou na cidade em Agosto, nos anos de 1971,1975,1977, 1979,1985,1986, 1988, 2001, 2002, 2005, 2012 e em 2015. Já o agosto mais chuvoso ocorreu em 2013 com acumulado de 370.7 mm e o mais seco em 2001 com 26.4 mm.

O mês de Agosto é historicamente um dos meses que mais neva no Sul do Brasil e que já deixou vários registros significativos e marcantes em diferentes décadas e que são constantemente citados e lembrados por pessoas que tiveram o privilégio de presenciarem o fenômeno. Destacam-se os seguintes anos pela sua abrangência e magnitude:
1965 : Sem dúvida, a neve que caiu entre os dias 19 e 21 de agosto de 1965, foi a mais extraordinária entre todas, considerando a sua abrangência geográfica e pela sua intensidade. Nevou copiosamente nos 3 Estados do Sul. Aqui no RS, nevou na Campanha, nas Missões, no Planalto Médio, na Serra e nos Aparados.
1984: A neve de 24 de Agosto de 1984 foi histórica, pois nevou em Porto Alegre. A sua intensidade foi moderada em vários bairros da cidade, e nos morros da cidade chegou a acumular. Na sede do 8º DISME no Jardim Botânico, a neve ocorreu entre as 15h30min até as 16h45min com a temperatura caindo para 2.4°C as 17h no local. Neste dia, já no período da manhã nevou em algumas cidades da Campanha e no Sul, atingindo a Capital Gaúcha no período da tarde de em seguida atingindo os municípios da Serra, Planalto e Aparados e em seguida no Planalto Sul Catarinense em várias cidades tanto na noite do dia 24 como no dia 25 de Agosto.
1999: A neve ocorreu entre os dias 13 à 16 de agosto no RS e em SC, com destaque para o dia 15 pela sua intensidade, como em São Francisco de Paula. Nevou inclusive em Santana do Livramento na Campanha com mínima de -1.4°C.
2013: A última grande precipitação de neve em agosto ocorreu em 2013, a partir da noite do dia 26 e estendeu-se até o amanhecer do dia 27 em várias cidades do RS e SC. A neve foi intensa e caiu simultaneamente em cidades da Serra e nos Aparados, com destaque para Gramado, Canela, Caxias do Sul, São F. de Paula, Cambará do Sul, Vacaria, Bom Jesus, São José dos Ausentes e outras localidades.
Neste ano em Santa Catarina ocorreram 13 dias com registro de neve, sendo 06 dias só em Agosto, conforme dados do Instituto Climaterra. Nevou em São Joaquim nos dias 10,13,14, 15, 26 e 27. A do dia 27 foi a segunda grande precipitação naquele ano, atingindo também outras cidades da região. A imagem abaixo lembra a forte neve que ocorreu entre a noite do dia 26 até o amanhecer do dia 27 de agosto de 2013 na cidade de São Francisco de Paula. E a neve prevista para este início de Agosto, como será? Reportaremos na próxima semana!

Muita chuva na semana mas o tempo melhora amanhã

Campo Bom registrou na última quarta-feira, dia 24, a maior precipitação desde o dia 27 de Abril, quando choveu 91 mm em 24 horas. O acumulado foi de 77 mm e ocasionou a elevação do leito do Arroio Schmidt conforme ilustra a primeira das imagens da coluna, que serviu para a limpeza de suas margens. Este volume superou inclusive o total da precipitação de todo o mês de junho que somou apenas 57.6 mm.


Este volume de precipitação fez lembrar dois episódios de chuva extrema ocorridos este ano e que ocasionaram alagamentos na cidade, com 102.0 no dia 03 de Março e de 91 já reportado acima. Na Capital, além das fortes chuvas e alguns alagamentos na cidade, houve quedas de algumas árvores, como ilustra a outra imagem da matéria com crédito da Metsul Meteorologia. Na Estação de Meteorologia do 8° DISME no Jardim Botânico, foi registrada rajada de vento da Direção Sudeste à 36,7 km/h. O acumulado da precipitação chegou a 130.2 mm, lembrando que a média normal histórica em 34 anos para Julho é de 158.2 mm, e o ano que mais choveu ocorreu em 2015 com total de 450.6 mm( o recorde histórico entre todos os meses do ano).


Houve uma melhora do tempo ontem, que apesar de ter amanhecido encoberto não tinha chovido nas últimas 05 horas até as 08h da manhã quando fazia 16.4°C, e a tendência seria de no máximo alguns chuviscos no período. Mas hoje sexta-feira a instabilidade permaneceu durante todo o dia com chuvisqueiros isolados e queda da temperatura. A boa notícia é de que amanhã sábado e no domingo não deve chover, pois um ar mais frio deverá atuar na região com queda ainda mais acentuada na temperatura e afastamento da instabilidade. As mínimas deverão se situar entre 8°C e 9°C neste final de semana e máximas não ultrapassando os 17°C, com sensação de frio.

Este Sistema de Baixa Pressão ficou semi-estacionado sobre o Estado principalmente no Centro, Oeste e Leste, entre duas Massas de Ar, uma seca e quente no Norte do Estado e outra fria sobre o Sul, ocasionando altos volumes de precipitação entre a terça-feira e quarta-feira dia 24. Este ar quente vindo do Norte propiciou a formação de nuvens carregadas no centro do Estado com nuvens CumulusNimbus propiciando tempestades elétricas e pancadas de chuva fortes entre a noite da segunda-feira até a madrugada da quarta dia 24.

Foi também este bloqueio atmosférico que fez com que a temperatura na região se mantivesse estabilizada entre a noite da segunda dia 22 com 18.3°C as 21h até a as 10h da manhã do dia 24 com 18.7°C, ou seja em 36 horas a temperatura variou menos de 2°C, com mínima de 17.1°C no dia 23 e de 18.0°C ao amanhecer do dia 24 sempre acompanhados com chuvas e descargas elétricas em vários momentos. A temperatura cedeu um pouco a partir do início da quarta-feira quando um ar mais frio fez cair a temperatura para 15.6°C as 13h da tarde na cidade junto com uma chuva mais leve e persistente que virou para chuviscos a noite.

Conforme dados da Metsul Meteorologia o acumulado das precipitações até as 18h da quarta-feira, os maiores volumes ocorreram em São Sepé com 172.2mm, Vila Nova do Sul com 145.0 mm, São Luiz Gonzaga e Encruzilhada do Sul com 144.6 mm e em Canoas com 114.0 mm.

Na tendência de ontem, o volume das chuvas que deverão retornar na segunda e terça-feira dia 30, deverão ser baixos felizmente. Já o Agosto inicia com chuva dia 01, mas o destaque climático será o intenso frio que deverá retornar ao Estado no próximo final de semana, com geadas e temperaturas negativas nas partes altas do RS e SC. Aqui em Campo Bom poderá fazer apenas 1.0°C ao amanhecer do próximo domingo dia 04 acompanhada com geada forte. Aguardaremos……

Publicidade

2017 - Tudo Online em Campo Bom