Hoje é sábado, 18 de agosto de 2018

Publicidade

O Especialista

Porque não consigo melhorar minha postura?

Como está sua postura, de seus filhos, das pessoas que você conhece? Vemos diariamente pessoas com posturas inadequadas. Você corrige sua postura conscientemente ou manda seu filho corrigir a postura? Quando tempo consegue manter essa postura conscientemente? Bem pouco né? Você se distrair e seu cérebro colocar seu corpo na postura que ele julga mais adequada. Postura não é algo consciente é algo que seu corpo assume naturalmente frente as condições que lhe são dadas.

Então porque nosso cérebro nos coloca nessas posturas? Ele faz isso como proteção, assim como você instintivamente se curva e se protege quando alguém lhe ameaça dar um soco por exemplo. Então, a alteração postural é uma autodefesa do organismo em função de alterações na percepção do cérebro.

Uma alteração que a maioria das pessoas não conhece é a subluxação vertebral (SV), a subluxação acontece quando uma ou mais vértebras da coluna perdem o posicionamento normal e irritam e comprimem um nervo. Quando isso acontece, seu cérebro percebe essa alteração e muitas vezes em consequência a isso ele modifica sua postura para proteger de lesões, da mesma forma quando se protege do soco.

A Quiropraxia é a única profissão no mundo especializada em analisar e corrigir estas subluxações vertebrais. Então, quando corrigimos essas alterações é comum observar mudanças na postura, pois o cérebro percebe seu corpo de forma adequada e modifica sua postura novamente de forma natural e inconsciente.

Subluxações vertebrais podem ocorrer desde o nascimento, portanto, é importante que todas crianças sejam checadas e se necessário ajustadas por um Quiropraxista. A alteração postural é um forte indicio que uma criança possui subluxações vertebrais, mas só através de uma avaliação quiroprática é que saberemos se realmente existe uma alteração ou não.

Você leva regularmente seu filho ao dentista para checar os dentes? Bem provavelmente sim, então você deve leva-lo regularmente ao Quiropraxista para checar sua coluna. Quanto mais cedo começar a cuidar da coluna e corrigir possíveis subluxações mais vida essa pessoa estará expressando e assim construímos uma comunidade mais saudável e mais próspera.

Entendendo as Diferenças

No nosso encontro passado, dissemos que é preciso que os parceiros numa relação formem um time.

Para tanto, a primeira atitude é lembrar que homens e mulheres reagem de formas diferentes às mesmas situações. Vamos imaginar uma cena em que pai e mãe chegam em casa e encontram os brinquedos do filho espalhados.

O pai dirá firmemente ao filho: “junta tudo isso agora”, e a criança o fará. A mãe olhará o filho e dirá: “você quer me matar. Olha essa bagunça! Você não sabe que eu trabalhei o dia todo e estou morta de cansada? Daqui a pouco seu pai chega e vai encontrar essa bagunça. Ai, o que eu faço com você?”.

A criança olha confusa e não entende o que a mãe na realidade quis dizer. E, para complicar ainda mais, a mãe recolhe os brinquedos.

A mulher chega em casa já resolvendo várias coisas. Já o homem chega, senta no sofá, liga a televisão, troca de canal sem ver absolutamente nada.

Quer um conselho, querida leitora? Deixe-o quieto por alguns minutos no mundinho dele. Isso evitará discussões, pois se você falar nesse período ele simplesmente não ouvirá. Não que ele seja um mal educado; ele precisa apenas organizar o cérebro, desligar-se do mundo lá de fora. Como eu disse, o cérebro masculino funciona melhor no silêncio. Deixe-o, e ele se sentirá valorizado. Homens mal amados mergulham no trabalho e esquecem a família.

Entenda que casa é diferente de Lar. Casa é o lugar onde você dorme; lar é o lugar para onde você quer voltar.

E você, querido leitor, precisa entender que mulheres gostam de homens doces. Não é ser bobo, mas carinhoso. Você pode ser valente e ao mesmo tempo gentil com sua amada. Esse é o melhor dos mundos! Já percebeu como as mulheres se derretem pelo mocinho do filme? Ele é malvado com o bandido, mas gentil e meigo com a vítima, que, em geral, é uma mulher. Longe das telas, porém, existem homens muito gentis com a mulher estranha, mas rudes com sua  parceira. Por que, homem, na sua intimidade, você se transforma em bandido enquanto fora de casa você é o mocinho? É essa mulher que está ao seu lado nas horas difíceis, sabia? Então trate-a com carinho sempre! E você, mulher, se quer um herói em casa, trate seu parceiro como tal. Saiba que ele é o reflexo do tratamento que você dá a ele.

Se vocês estão colhendo frutos amargos, observem a qualidade das sementes que estão plantando.

Algumas mulheres reclamam que seu marido a enganou na fase do namoro, tornando-se uma pessoa totalmente diferente após o casamento.

E aí trago a pergunta: é possível ter uma noção de como será seu futuro parceiro? Há alguma dica pra saber como ele se transformará após o casamento? Sim, mas isso é assunto para o nosso próximo encontro. Então te espero aqui.

Rosa Silva – Terapeuta TFT e Palestrante

A Mulher

No nosso encontro passado falamos um pouco como funciona o cérebro masculino. Agora chegou a vez de falarmos um pouco sobre o cérebro da mulher. Quais os mistérios que envolvem esse cérebro tão complexo e que deixa os homens tão confusos?
Em sua maioria, os homens ficam estarrecidos quando numa discussão a mulher lembra de coisas que aconteceram vários meses e até anos antes e, segundo eles dizem, “jogam na cara” coisas que eles fizeram. Por que elas fazem isso e ainda assim dizem que amam aquele homem?
Nosso cérebro é formado por dois hemisfério: o esquerdo e o direito. Cada um deles é responsável por funções distintas. O esquerdo fica responsável pela parte racional, e o direito, pela emocional. Existe entre eles um feixe que tem entre 200 a 250 milhões de fibras nervosas chamado “corpo caloso” que faz a ligação entre eles transmitindo a memória e o aprendizado.
Diferentemente dos homens, nós mulheres temos o corpo caloso maior, o que  facilita a comunicação entre os dois hemisfério. Isso faz com que sejamos mais facilmente multitarefas.
Porém essa diferença pode ser tornar uma armadilha porque, para desespero dos homens, nos momentos de tensão, nossas emoções começam a se misturar e, por conta dessas emoções, nossas lembranças são ativadas, e a partir desse instante pode se estabelecer o confronto. A mulher lembra daquela mentira falada anos atrás. E pior: quanto mais o homem fala tentando acalmar a mulher, mais ela se irrita e se confunde.
O que acontece é que o homem tenta, por natureza, ser um “conserta tudo”; ele quer encontrar solução para a angústia da mulher. Porém, no momento em que os sentimentos femininos se misturam, ela não quer que ele conserte coisa alguma. Essas tentativas apenas aumentam a tensão. O que ela verdadeiramente quer é apenas que ele a escute.
A mulher precisa falar para desabafar, mas o homem quer resolver questões. Não vai dar certo!
Tenho então dois conselhos práticos para os homens:
1 – No momento em que a mulher falar, olhe para ela e escute. Não finja ouvir, seja verdadeiro. Ouça de verdade!
2 – Não tente resolver a questão, pelo simples fato de que ela não quer resolução. Ela quer desabafar.
E uma dica de Ouro: quando você perceber que a mulher se perdeu nas emoções e vai explodir, abrace-a. Mas faça de forma bem forte, porque ela vai querer se livrar do seu abraço.  Não permita.  Mantenha-a presa até que ela se acalme. Provavelmente, ela vai chorar ,e virá em seguida um momento de calmaria.
Afinal, tudo o que a mulher quer nesse momento é se sentir compreendida, amada e protegida.
Tanto o homem quanto a mulher precisam aprender a viver em harmonia, a serem um time. Mas isso é assunto para nosso próximo encontro. Então te espero aqui.

Rosa da Silva – Terapeuta TFT e Palestrante

Publicidade

2017 - Tudo Online em Campo Bom